Depressão


dep236.png

Depressão:
Atualmente, a depressão afeta 340 milhões de pessoas em todo o mundo, ou seja, uma em cada cinco pessoas em algum momento da vida já apresentou ou apresentará quadro depressivo.

A depressão é uma doença que possui episódios de longa duração, provocando prejuízo psicossocial e físico, e em alguns casos, alto risco de suicídio.Ninguém é imune à depressão por toda a vida. Sentir-se abatido, desmotivado e triste algumas vezes é normal, mas sentir depressão não.

Quando este sentimento perdura por semanas e não apresenta motivos lógicos para tanto, é necessário procurar ajuda porque a depressão aniquila a vontade e o interesse por quase tudo que cerca a vida.

Um ponto curioso em relação à depressão é a memória da pessoa depressiva, pois ela tende a lembrar só das coisas negativas, dos problemas não resolvidos, das mancadas que deu ou que deram com ela, e os eventos positivos vão para o esquecimento. Depressão não é tristeza. É uma doença que precisa de tratamento.


Sintomas:
- Alterações do apetite e de sono e sentimento de pesar ou fracasso
- Dificuldade de tomar decisões e irritabilidade ou impaciência
- Achar que não vale a pena viver e chorar à toa
- Dificuldade de concentração e perda de energia e interesse
- Sensação de que nunca vai melhorar e inquietação
- Dificuldade para chorar e dificuldade de terminar as tarefas
- Sentimento de pena de si mesmo e pensamentos da pessoa depressiva
- Lentificação das atividades e dificuldade para iniciar tarefas
- Sensação de que nunca vai melhorar e persistência de pensamentos negativos
- Sentimentos de culpa injustificáveis e boca ressecada, constipação e insônia
- Perda de peso, apetite e perda do desejo sexual


A Terapia :
 Na terapia a pessoa aprende a tornar conscientes os seus pensamentos automáticos, aprende a questionar os pensamentos disfuncionais e a mudar as crenças que estão eliciando esses pensamentos negativos.

Inicialmente, o terapeuta trabalha no sentido de devolver ao paciente a flexibilidade através da análise de suas cognições, a fim de promover mudanças nas emoções e comportamentos. A readaptação dos pensamentos automáticos e das crenças disfuncionais provoca mudanças positivas nas emoções e no comportamento.

A terapia vai ajudar a enfrentar e resolver os problemas, a reconhecer os padrões de comportamento repetitivo, rever a sua história de vida sob outro ângulo, lidar melhor com as crises existenciais, melhora o autoconhecimento e o amadurecimento pessoal. O mais importante é que o paciente saiba que depressão tem tratamento e a pessoa pode melhorar muito sua qualidade de vida. Agende sua consulta.

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.

cliqueaqui.JPG