Terapia Familiar


As famílias enfrentam problemas diariamente sendo que, de um modo geral, conseguem resolvê-los sozinhas. No entanto, podem ocorrer, em determinado momento, dificuldades e conflitos cuja solução necessite da ajuda de um profissional.

Os problemas familiares não são de responsabilidade de uma única pessoa, pois estão inseridos numa situação que está instalada no dia a dia e que, normalmente, traz sofrimento para todos. Assim tal situação precisa ser identificada para poder ser solucionada.

A Terapia Familiar é oferecida para as mais diversas configurações familiares e independe dos laços sanguíneos ou legais.

A psicoterapia familiar é um processo dinâmico, e atingimos ótimos resultados, justamente por possibilitar aos participantes, identificar, nomear e compartilhar suas emoções, trocar experiências com suas histórias que ampliam a percepção e desenvolvem novas formas de ver o mundo.

Definição:
Psicoterapia Familiar: como o nome já diz, a terapia familiar é recomendada quando o relacionamento entre os membros da família está em desarmonia. Ela pode envolver todos os membros da família ou apenas parte deles, dependendo da necessidade e disponibilidade dos mesmos. Todos os membros da família estão ligados afetivamente entre si, seja o afeto positivo ou negativo. Cada característica individual afeta os demais que estão em contato. São trabalhadas as potencialidades de cada membro, as alianças que se constroem e a capacidade de oferecer suporte emocional uns aos outros.

Objetivos:
A psicoterapia familiar vai melhorar as relações familiares, promover o diálogo, auxiliar a família na conquista ou reconquista de relações harmoniosas, respeitosas e saudáveis entre os seus membros. O psicólogo desempenha um papel de promotor e facilitador do diálogo entre os membros da família, permitindo a elaboração de um plano de mudanças relacionais.

Quando deve ser utilizado o recurso da terapia familiar ?
• Morte de um dos membros da família,
• Dificuldades na colocação de limites para os filhos,
• Educação dos filhos e comunicação entre os membros da família,
• Famílias reconstruídas, separações e divórcios,
• Queixas escolares das crianças, dentre outros.

Como é feito o pagamento?
O pagamento ocorre a cada sessão, sendo acertado entre cliente e terapeuta. É fornecido o recibo para reembolso no seu plano de saúde. bs. A partir de 7 de junho de 2010 o número de sessões cobertas pelos planos de saúde passou de 12 por ano para 40. (ANS DIPRO n°25, RN 211)

Para quem | Adultos, Crianças, Adolescentes, Idosos
Consulta Presencial| Individual e em Grupo
Duração da Sessão | 90 minutos
Periodicidade | A frequência da consulta pode ser de 1 a 2 sessões por semana

cliqueaqui.JPG