Timidez


timidez2.jpg

Timidez:
A timidez atrapalha a vida de milhões de pessoas que sofrem caladas. Pessoas tímidas geralmente não têm muitos amigos e não conseguem lutar por seus direitos e de expressar suas próprias opiniões ou valores.

A timidez atrapalha o crescimento pessoal e profissional. É uma auto-avaliação negativa, criando um desconforto e inibição em situações de interação social. A timidez é considerada uma doença quando passa a causar sofrimento ao indivíduo que sofre com ela e quando afeta o seu relacionamento com a própria família e amigos.

Crianças e adolescentes tímidos sentem dificuldade em fazer valer os seus direitos e expressar as suas opiniões e valores. Já em adultos, poderão sentir dificuldade em prosseguir na sua carreira, em trabalhar em equipe e muitas vezes consome bebida alcoólica como meio de desinibição em situações de interação social. No entanto, uma criança inibida não está condenada a ser um adulto retraído.

Sintomas:
- Elevada ansiedade, taquicardias;
- Suor repentino e excessivo;
- Aperto no peito e/ou no estômago;
- Ficar vermelho e ter dificuldade em falar com desconhecidos;
- Mãos trêmulas, baixo volume de voz e gagueira;
- Frases desconexas; Inibição e passividade;
- Medo de enfrentar o diferente ou o novo;
- Auto-Imagem negativa;
- Medo de parecer "bobo" diante dos outros;
- Reduzida expressão corporal;
- Sentimentos de vergonha, tristeza e solidão.

A Terapia:

A terapia vai gerar uma alteração na maneira como a pessoa encara cada situação e também aprimoram-se habilidades sociais. O tratamento tem a proposta de aliviar a ansiedade, reforçar a autoestima, despertar o interesses e construção de novas habilidades.

Através da terapia o paciente vai aprender a romper a timidez e promover novas mudanças no modo de pensar e de atuar no mundo.Durante o processo psicoterápico o paciente vai conhecer as verdadeiras causas da sua timidez. A terapia vai também proporcionar,  através do autoconhecimento, um aumento da autoconfiança da pessoa para que ela possa, em pouco tempo, romper esta barreira e facilitar o seu dia-a-dia.

Caso você perceba em você um medo muito grande de interagir com os outros, busque orientação de um profissional que possa lhe ajudar, para que possa sentir-se melhor. Supere a timidez e vença a inibição.

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.

cliqueaqui.JPG